O Google Bard pode invadir a tela inicial do seu Android – começando com os telefones Pixel

O Google Bard foi limitado ao seu navegador da web, mas isso pode mudar em breve.

9to5Google  relata que o chatbot do Google pode invadir os telefones Pixel em um futuro próximo. Isso é baseado no código visualizado pela equipe 9to5Google que mostra Bard enterrado em uma versão futura do Android. 

Ele até parece pronto para obter seu próprio widget de tela inicial – e pode não estar limitado apenas a telefones Pixel.

Embora não tenhamos conseguido verificar o código, o 9to5Google é considerado respeitável por tais descobertas. 

PUBLICIDADE

Ele descobriu essas linhas de código pegando a versão mais recente de um APK de aplicativo Android e fazendo uma mineração de dados em busca de novos recursos em potencial. 

Uma coisa a ter em mente com essas descobertas é que, embora o código esteja lá, sua existência não garante que o Google lançará esse novo recurso.

Ainda assim, expandir o acesso ao Bard parece uma obrigação para o Google. A empresa está rapidamente ficando para trás do ChatGPT, que não possui um aplicativo móvel, mas possui uma API disponível ao público. 

Essa API pode permitir que usuários com algum conhecimento técnico integrem os modelos GPT-3.5 e GPT-4 do ChatGPT em uma ampla variedade de aplicativos, incluindo a integração em seu iPhone com S-GPT. O Google também está ficando para trás de seu concorrente direto – Bing AI. 

PUBLICIDADE

O chatbot da Microsoft é muito semelhante ao Bard, mas se integra ao mecanismo de busca do Bing (o Bard não está conectado à Pesquisa do Google) e está disponível no desktop ou no celular por meio do navegador Edge e do aplicativo Bing. 

Além disso, a Microsoft acaba de anunciar uma tonelada de novas atualizações para o Bing AI, então a pressão está no Google para fornecer novas ferramentas de IA.

 

Pixel e Bard: uma combinação inteligente?

 

O código não torna imediatamente óbvio se o Bard será um aplicativo autônomo ou integrado ao da pesquisa do Google, mas qualquer um deles seria uma grande melhoria na maneira como os usuários do Bard o acessam agora.

Este widget da tela inicial – que o 9to5Google intrigantemente diz ser exclusivo do Pixel “pelo menos no início” – aparentemente será mais do que apenas um atalho de um toque para iniciar uma nova conversa. 

Não está claro o que ele fará exatamente, mas o site especula que pode conter sugestões de conversas. 

Adicione um pouco de inteligência contextual e você poderá ter algo que realmente mudará o jogo.

Portanto, faria muito sentido integrar o Bard aos telefones Pixel do Google de alguma forma. 

Colocar o Bard em mais lugares é uma obrigação para o Google, mesmo que não se apresse em disponibilizar o Bard para todos ainda. 

Atualizar o chat com novos recursos, como a capacidade de codificar, é ótimo, mas os concorrentes do Google o possuem para que você possa acessar seus chatbots por meio de um teclado ou assistentes de voz como o Siri.

PUBLICIDADE
Assinar