Ifood: O Guia para Comerciantes e Consumidores

O iFood é uma dos aplicativos mais disponíveis para que qualquer pessoa consiga pedir alguma refeição para ser entregue em casa ou no trabalho. Este aplicativo, que é em vários países muito conhecido entre os usuários, nos permite fazer pedidos de lanchonetes ou restaurantes bem pertos, diretamente do celular, sem a necessidade gastar créditos com ligações.

Embora exista praticidade que o aplicativo oferece, existem pessoas ainda têm receio na hora de se cadastrar e fazer um pedido. Você precisa saber melhor como o iFood funciona? Continue lendo para ficar por dentro e aprender de vez.

Como funciona o ifood?

O aplicativo iFood oferece um serviço que todos podem usar para receber comidas diretamente em sua casa ou qualquer lugar. Por meio dele, é possível saber uma lista enorme de restaurantes próximos de onde você está e seus respectivos produtos. Ao finalizar um pedido, a refeição é entregue no endereço escolhido pelo usuário.

Qual é a taxa do ifood?

Muitos donos de locais que vendem refeições desistem de usarem no ifood porque a porcentagem que ele cobra é muito alta. Sendo assim, é importante que você tome a decisão de quem paga a taxa ifood, seja o cliente ou restaurante. O ifood cobra uma taxa mensal que gira por volta de R$ 79,00 a R$ 100,00, além de 10% a 15% do valor de cada pedido.

PUBLICIDADE

Como cadastrar minha empresa no iFood?

Vamos agora para os passos para cadastrar o seu restaurante. Não é complicado. O que você precisa fazer é seguir os seguintes passos:

Passo 1: Acessar o site ifood.com.br e, no canto superior direito, clicar em “Restaurante” para ser encaminhado para uma nova página.

Passo 2. Preencher o formulário que aparecerá. Ele pede nome, e-mail e celular do dono do restaurante.

Passo 3. Clicar no botão “Começar cadastro”.

PUBLICIDADE

Passo 4. Cadastrar CNPJ, razão social, nome do restaurante, telefone, CEP, cidade, estado, bairro, endereço, número complemento, especialidade do seu negócio e se você possui ou não serviço de entrega próprio.

Passo 5. Você será encaminhado para selecionar o melhor plano para a sua região, sendo que irá receber o contrato no e-mail informado.

É isso. Assim que a assinatura estiver concluída, o iFood entrará em contato para configurar o seu cardápio na plataforma. Caso queira, posteriormente, poderá cancelar o plano, sem fidelidade.

Vantagens e desvantagens de usar o ifood para comerciante

Vantagens

Gerenciamento simplificado: A gestão da sua conta online no iFood é muito simples. Você, como usuário, poderá realizar atualização ou qualquer mudança no menu de edição, de maneira ágil e com atualização em tempo real.

Considerando essa vantagem, você ficará livre da necessidade de alteração e impressão de novos cardápios sempre que surgir uma novidade ou alteração. Com isso, imagens, cadastro de novos itens, novos pratos e atualizações de preços podem ser adicionados instantaneamente.

Facilidade para cadastro: O processo de cadastro na plataforma do iFood é rápido e simples. Basta fazer o download do aplicativo e fazer o cadastro do estabelecimento no site.

Feito isso, basta aguardar a análise da moderação e, dentro de poucos dias, seu restaurante já começará a aparecer nos resultados de buscas para os clientes.

Com isso, sua marca estará visível para um número muito maior de consumidores e suas chances de aumento de vendas crescerão exponencialmente.

Variados de clientes em apenas um lugar: A base de clientes do iFood é uma das maiores do mundo, no qual te ajudará o seu restaurante a ter novos clientes e, sem dúvida, ser divulgado para um número enorme de consumidores potenciais.

Com isso, em função do seu mercado de atuação no ramo alimentício, você terá que aumentar seu número de pedidos e vendas, sem a necessidade de precisar ampliar sua estrutura física.

Publicidade facilitada: O uso do aplicativo do iFood oferece, além de uma grande alcance da sua marca para a sua empresa e um fortalecimento de nome do mercado, que sai com uma grande economia com divulgação e publicidade.

Clientes satisfeitos: Assim que se cadastrar no iFood, seus clientes terão a facilidade de acessar e decidir itens do seu cardápio pelo aplicativo ou pelo computador. Assim, não sendo necessário, eles irem pessoalmente ou via telefone no seu estabelecimento.

Sendo assim, seus clientes poderão fazer pedidos em qualquer lugar, com direito a navegação rápida e receber seus pedidos sem o menor tipo de esforço ou deslocamento.

Um dos motivos que aumenta a satisfação do cliente que está fazendo um pedido é o tempo para a entrega, considerando que quem está pedindo precisa da refeição logo.

Vantagens de operação: O aplicativo iFood é muito simples, completo e ágil. Como o cliente tem, na tela, todo o cardápio, detalhes dos preços e dos pratos, ele tem a opção de decidir comprar tudo com total autonomia, sem que você necessite contratar funcionários para o atendimento ou ocupar seus celulares para ligação.

Não obstante, por ser tudo realizado pela internet, os casos de erros de pedido são realmente muito baixos, bem como o número de queixas, desentendimentos ou devoluções.

Desvantagens

Layout único: O aplicativo tem um layout igual ou único para todos os estabelecimentos cadastrados. Isso acaba gerando uma pequena dificuldade de conquista de destaque único no aplicativo, visto que o nome da marca do estabelecimento será o principal fator de diferenciação e decisão de compra por um potencial cliente.

Tendo como objetivo resolver esse pequeno inconveniente, o melhor é investir em imagens boas dos produtos à venda, em descrições bem organizadas e atraentes. E, claro, ter um perfil bem e atrativo diretamente direcionado aos potenciais clientes.

Comissão excessiva: Certamente, uma das características que mais desmotiva gestores, gerentes ou donos de restaurantes ao cadastrar sua empresa no iFood é a porcentagem cobrada por ele para manter os estabelecimentos cadastrados.

O valor cobrado é por volta de 10% e 15% do valor de cada pedido solicitado por um cliente. Isso, infelizmente, gera duas possibilidades de resultado para os gerentes ou donos de estabelecimento e eles são: perde-se um pouco no faturamento por quantidade de produto vendido em decorrência da quantidade — o que é uma medida arriscada, tendo em vista que não existem garantias de que esta será uma estratégia eficaz. Ou mantém o produto final com valor maior para o cliente a fim de obter uma porcentagem de lucro que satisfaça a rodagem da operação do estabelecimento.

No entanto, apesar de que existam outras possibilidades de serviços que cobram comissões inferiores, dificilmente qualquer um deles oferecerá o alcance de marca proporcionada pelo iFood.

Depender de acesso à internet: Um dos primeiros motivos que podem gerar dificuldades na utilização do iFood é a sua enorme dependência da internet. Sendo assim, se o usuário está sem internet ou com uma conexão de baixa qualidade, ele certamente não conseguirá realizar pedidos pelo aplicativo.

Isso também equivale para as empresas que precisarão sempre precisar de uma conexão estável e segura para que não exista problemas no eventual comunicação com os clientes e recebimento de pedidos.

Entretanto, se você está com uma conexão razoável no seu estabelecimento, sua preocupação mais preocupante deverá ser apenas manter os preços, as fotos, cardápio e perfil do negócio em dia.

Alta concorrência: A concorrência entre estabelecimentos dentro do próprio ifood é outro fator que por vezes pode dificultar os bons resultados nas vendas dos estabelecimentos. Isso pode ocorrer se forma sazonel ou completa. O espaço é compartilhado por milhares de restaurantes, incluindo concorrentes diretos do mesmo segmento da sua atuação o que torna, sem precedentes, uma alta concorrência.

​Para vencer essa desvantagem, considere investir mais em publicidade para melhorar o nome da sua marca ou pensar em diminuir os preços para tornar seu produto focado mais atraente em meio a tantos outros opções do seu mesmo mercado.

Considerando que toda empresa deva investir em sua operação e visibilidade, cadastrar seu restaurante no iFood pode ser por vezes arriscado quanto promissor para seu negócio. É necessário pensar bem nos objetivos que você tem para com o ifood e os resultados esperados para saber medir em tempo se atingiu o seu objetivo. Procure planejar para entrar no ciclo de melhoria contínua (planejar > executar > medir > melhorar).

Qual o custo para vender pelo iFood?

Para você realizar o cadastro no aplicativo, você pode optar entre dois planos: “Plano Entrega” ou “Plano Básico”, que tal oferece o serviço de entrega, no entanto que está disponível em apenas algumas regiões brasileiras.

Caso escolha pelo “Plano Básico”, que a entrega deve ser feita por você, existe uma mensalidade de R$ 100 cobrada a partir de quando seu restaurante ultrapassar R$ 1.800 de vendas mensais pelo aplicativo.

Há custos do plano: taxa de 12% sobre cada pedido feito e, se o seu comprador opte por pagar pelo aplicativo, é cobrado mais 3,5%, porque é como se fosse a taxa da sua operadora de cartão de crédito, ok sobre isso.

Assim que você atender aos requisitos mínimos, esteja ciente de que existem taxas cobradas sobre os pedidos gerados pela plataforma.

Se a sua região estiver coberta pelo oferecimento do serviço de entrega pelo próprio aplicativo, você também tem a opção de contratar o “Plano Entrega”. Nesta opção, a entrega fica por conta da plataforma e a mensalidade é de R$ 130 (para quando as vendas pelo aplicativo ultrapassarem R$ 1800 mensais) mais a taxa de 27% sobre cada venda.

Ficou interessado(a) em baixar o ifood? Se sim, acesse a play store e realize o download pelo link https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.brainweb.ifood

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *