[Jack Larson - Minha imagem do Android não é demoníaca]

Artista diz que ficou chocado com vídeo

por - Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013

Jack Larson - Minha imagem do Android não é demoníaca
Desde que o mundo é mundo existem pessoas afirmando que receberam profecias ou revelações dos céus ou de outros lugares, afirmando que o mundo acabará em tantos dias, ou que no dia exato do calendário de alguma tribo em algum lugar o céu escurecerá e a vida em todo o planeta se extinguirá.

Na semana passada apareceu mais uma destas figuras afirmando que o Android é um sistema operacional que foi consagrado ao demônio pela Google, e que todos os smartphones com o sistema são uma ferramenta do demo para destruir famílias e escravizar os usuários. 
O “pastor” afirma ainda que quando as pessoas estão com dispositivos Android nas mãos, não conseguem fazer mais nada e que toda hora querem ficar fuçando o aparelho, se olharmos por este lado, todos os sistemas operacionais móveis, como o iOS ou WP também são obras do capeta, pois quem nunca viu um usuário do sistema da Apple ou da Nokia compenetrado em seu smartphone no meio de um grupo de pessoas conversando?
Outro fato mencionado pelo “pastor” é que a praticidade e a quantidade de recursos do Android deixa o usuário viciado no sistema. Ora isso não é novidade para ninguém, todos nós sabemos que nossos smartphones nos deixam completamente viciados e isso também não é uma característica só do Android, mas de todos os outros sistemas operacionais móveis. Se praticidade for sinônimo de obra do demo, o tal “pastor” não poderá comer mais miojo, usar um cartão de débito, ou até mesmo usar o controle remoto de sua TV.
" Eles queriam "exorcizar" minha arte. Diz Larson"

“O Android em si é análogo ao zumbi, em muitos aspectos; só que ele é um robô puro, ao contrário de um ciborgue, que é uma fusão entre carne e máquina – como o Exterminador do Futuro ou os “replicantes” de Bladerunner.” “O Frankenstein, na verdade, é basicamente um zumbi: o primeiro a ser criado em laboratório por um cientista. Olhando por este lado, assassinos também podem ser criados em laboratórios, por cientistas, pois muitos assassinos são frequentemente encontrados sob a influência de medicamentos – e o mesmo conceito se aplica. O escravo dos medicamentos, o zumbi, o android, o ciborgue – em qualquer forma que eles apareçam, são essencialmente o mesmo personagem: um ser consciente, mas sem posse de sua própria alma”.

Se o tal “pastor” tentasse se informar um pouco antes de começar a assustar seus “fiéis”, veria que seu auxiliar recebeu a tal “revelação” meio tarde, pois desde a versão 2.3 Gingerbread do Android, que foi lançada em dezembro de 2011, existem estes easter eggs embutidos no sistema. E este desenho é exatamente o primeiro da série, ou seja, a revelação chegou com um pouco mais de um ano de atraso.

As imagens abaixo, nada reveladoras, mostram os easter eggs criados depois da versão Gingerbread:

Easter egg do Android 3.0 Honneycomb
Easter egg do Android 4.0 ICS
Easter egg do Android 4.1 Jelly Bean
Portanto, fique tranquilo, seu Android não está consagrado a entidade alguma. Se você está deixando de fazer algumas coisas ou de interagir com seus amigos ou familiares, a culpa é só sua, que tem que aprender que a vida é feita de ótimos momentos e que estes momentos não têm preço, reserve um tempo para viver, dar valor a sua família, amigos, aos momentos maravilhosos que a vida lhe oferece, você pode usar seu smartphone para registrar estes momentos ou deixar que ele os atrapalhe. Tudo é questão de escolha e só você pode fazer as suas. Use seu smartphone com moderação e inteligência.

Fonte: Zombieart, Gizmodo


[Artigos Relacionados]

[ Artigos Mais Lidos ]